Missão Missão

Promover o conhecimento, a criatividade e a inovação, criando condições de igualdade no acesso às tecnologias digitais. A Casa do Conhecimento tem como objetivo primordial a inclusão digital das populações na Sociedade da Informação e o reforço das suas competências e qualificações, num espaço de criatividade e inovação para o desenvolvimento e experimentação de tecnologia.

Eixos de programação Eixos de programação

Tecnologias Inclusivas

A Casa do Conhecimento permite o acesso às tecnologias da informação no contexto da Sociedade da Informação numa lógica inclusiva, disponibilizando um conjunto de serviços que possibilitam o acesso a tecnologias aplicadas em contextos do quotidiano, contribuindo desta forma para fomentar a inclusão digital e social.

Tecnologias Educativas

O Município de Vila Verde pertence à Associação Internacional das Cidades Educadoras, uma iniciativa que vai ao encontro de um conceito de educação amplo e plural, que abarca contextos de educação formal e não-formal. Neste sentido, a Casa do Conhecimento representa um contributo relevante para a implementação de uma cidade educadora ao constituir-se como uma infraestrutura urbana de cariz tecnológico para a conectividade digital, disponibilizando um centro de recursos partilhado para a comunidade escolar, na área das tecnologias educativas.

Tecnologias Criativas

A Casa do Conhecimento é um espaço aberto às tecnologias criativas, que na sua amplitude, permitem desenvolver processos de aprendizagem e criatividade, passando por etapas de experimentação, exploração e reflexão.

Notícias Notícias

Voltar

Alunos da EB2,3 de Prado frequentaram workshop Color Leds na Casa do Conhecimento

O LabCEI da Casa do Conhecimento de Vila Verde levou a cabo mais um dos seus workshops, na tarde de 12 de dezembro, para alunos do 7º ano, da EB2,3 de Prado.

Color Leds, a denominação atribuída a este workshop procurou despertar a curiosidade e o conhecimento destes jovens, para alguns componentes tecnológicos e com eles produzir algo associado à quadra natalícia. O desafio foi o de elaborar um postal de natal recheado de eletrónica e posteriormente decorá-lo, de acordo com as preferências de cada um.

Terminologias como led, pilha, circuito, circuito aberto/fechado, interruptor, condutores, polo positivo e negativo, foram largamente explicadas e exploradas neste workshop.

Houve, ainda, tempo para saber um pouco sobre a descoberta e evolução do led (Light Emitting Diode), sigla inglesa utilizada para designar o Díodo Emissor de Luz. O led é utilizado para a emissão de luz em determinados locais ou instrumentos específicos, sendo especialmente utilizado em produtos de microeletrónica. É catalogado como semicondutor, pois emite luz quando recebe energia. A existência de leds vermelhos e verdes remonta a 1960, mas só em 1990 investigações realizadas por três cientistas japoneses - Isamu Akasaki, Hiroshi Amano e Shuji Nakamura - levaram à descoberta dos díodos de luz azul, que permitiram desenvolver iluminação de cor branca, resultante da combinação destas três cores. Esta descoberta constituiu um grande avanço tecnológico, na medida em possibilitou o aumento do fluxo luminoso por cada watt de energia aplicada. A descoberta do led azul foi reconhecida com a atribuição do Prémio Nobel da Física a estes três investigadores, a 7 de outubro de 2014.

Esta abordagem permitiu realçar a importância do Led como energia sustentável e os benefícios da sua utilização, nomeadamente: o seu baixo consumo energético reduzindo a necessidade de produção de energia elétrica e a diminuição dos custos ao consumidor; o não conterem nenhum elemento poluente ou contaminante, diminuindo a quantidade de lixo gerado; o não emitirem calor, diminuindo a necessidade de refrigerar os espaços. Em suma, o led apresenta um conjunto de características positivas impactantes na defesa e preservação do ambiente, sendo por isso relevante a consciencialização das suas vantagens.

Os workshops LabCEi, ainda que realizados em contextos não formais de aprendizagem, assumem-se como multifuncionais, no sentido em que proporcionam o acesso a múltiplas aprendizagens e ao desenvolvimento de várias capacidades cognitivas e emocionais. No caso específico do Color Leds, o aprender pela ação, ou seja, o DIY (Do it Yourself; faz tu mesmo) foi amplamente estimulado, proporcionando aprendizagens na área da eletrónica, desenvolvendo capacidades como a iniciativa, a confiança, a persistência, a par de uma sensibilização ecológica.

Pode classificar-se este workshop como um excelente momento de aprendizagem, partilha e confraternização que deixou no ar o autêntico espírito natalício com os belíssimos postais elaborados.

13 de dezembro de 2018

 

 

 

 


Espaços Espaços

Teatro Virtual 

Auditório multimédia dotado de um sistema de projeção estereoscópica (3D).

Sala das Tecnologias Criativas

Área de exposição destinada às tecnologias criativas, onde poderão estar, em modalidade temporária, módulos de robótica, eletrónica, realidade aumentada, impressão 3D.

Exposição Interativa Área de exposição onde se pode interagir com módulos interativos.

Sala Imersiva

Espaço constituído por um sistema audiovisual, proporcionando um ambiente imersivo.
Salas de Formação/Polivalente 
Duas salas versáteis, equipadas com sistemas de projeção multimédia e quadros interativos para formação, de instalação de laboratórios temáticos, exposições, workshops.