quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Palestra "Estratégias de Promoção RFE" - Desafio criativo da aplicação das tecnologias digitais

Na tarde de 25 de novembro, no Salão Nobre do Município de Vila Verde estiveram reunidos cerca de 70 alunos e alguns professores dos Agrupamentos de Escolas de Moure e Ribeira do Neiva, Vila Verde, Prado e Escola Secundária de Vila Verde a assistir à palestra  - Estratégias de Promoção – Regime de Fruta Escolar - proferida pelo Dr. Rui Matias Lima, da Direção Geral de Educação. Esta  palestra teve como objetivo apresentar e elucidar os alunos presentes sobre o Programa Regime de Fruta Escolar (RFE), na sua dupla vertente de distribuição de frutas e hortícolas e de implementação de medidas de acompanhamento. Este encontro assumiu também um importante cariz educativo e de sensibilização para o benefício do consumo diário de frutas e hortícolas. O RFE, é um programa europeu, que prevê a distribuição de uma fruta ou legume, duas vezes por semana, a todas as crianças que frequentam o 1º ciclo do ensino básico.
A sessão de abertura esteve a cargo da Vereadora de Educação, Cultura e Ação Social, Dra. Júlia Fernandes, que após uma breve apresentação do Programa, lançou o desafio aos alunos que vão participar na atividade para a  criação de uma  aplicação ou jogo digital em que a fruta seja um elemento fundamental. Este jogo é destinado aos alunos do 1º ciclo das escolas do concelho de Vila Verde, cujo objetivo é sensibilizar  as crianças e suas família para o consumo de frutas e hortícolas, como prática de uma alimentação saudável. Uma vez que a criação desta aplicação/jogo ficará a cargo de docentes e discentes de níveis de ensino que não estão familiarizados com o Programa, foi fundamental esta iniciativa para o necessário enquadramento às ações seguintes.
Esta iniciativa do Município de Vila Verde é o resultado de uma parceria entre o Serviço de Educação e a Casa do Conhecimento, que constituirá mais um desafio criativo da aplicação das tecnologias digitais em contextos lúdico-pedagógicos, concretamente nas linguagens de programação.


0 comentários:

Enviar um comentário

 
;